top of page

Cuidar da saúde mental é essencial para a terceira idade

JUL 15, 2022

Victor Yemba - tupi.fm. Confira matéria original aqui.


Segundo especialistas, um envelhecimento é mais leve quando cuidamos das emoções, inseguranças e medos dos idosos


Cuidar da saúde mental é essencial para a terceira idade


Nos últimos tempos ter um envelhecimento saudável vem ganhando notoriedade, dos anos 90 pra cá, muita coisa mudou e hoje em dia os idosos buscam ter uma velhice com bem-estar, saúde mental e física. É importante salientar que cuidar da saúde mental é tão essencial quanto as dores e doenças crônicas. As emoções vão se transformando com o passar do tempo, o medo e a angústia podem fragilizar os idosos.


A Organização Mundial da Saúde (OMS) nomeou o período dos anos 2021 a 2030 de “a década do envelhecimento saudável” e convidou a sociedade civil, o governo e pesquisadores para alinhar as práticas para que os idosos sejam integrados socialmente, vivam em comunidade com seus familiares e amigos.


“Os idosos foram criados em uma época em que a sociedade era mais dura, que não tinham o costume de cuidar dos sentimentos e muitas das vezes isso nem era necessário para eles, por isso, atualmente seja tão difícil entender as emoções e ter os cuidados diários sem resistência”, revela Martha Oliveira, médica em envelhecimento humano.


As pessoas mais velhas tendem a ter mais dificuldade para pedir ajuda e aceitar algumas etapas da vida, como o luto, por exemplo, saber lidar com a perda e a solidão é bem doloroso e faz com que usem medicamentos excessivamente.


Para a psicóloga Isabel Moura, o processo de envelhecimento é longo, acontecendo aos poucos e revelando todas as fragilidades existentes. Aposentados, os idosos costumam viver sozinhos. “É preciso ouvir suas histórias, acolher as suas dores e inseguranças, criar um desenvolvimento significativo. Quando os mais velhos têm a oportunidade de conversar e resgatar as suas experiências, eles revigoram, percebem a importância da sua vivência, do lugar que ocuparam e ocupam agora na velhice”.


Nos dias atuais existem atendimentos personalizados onde um médico ou enfermeiro – como é o caso da Laços Saúde -, vai até a casa do idoso em um dia e hora adequados, estabelecendo um vínculo fazendo o idoso se sentir mais à vontade e seguro para compartilhar seus medos e incertezas.


Promover atenção à saúde do idoso em todos os níveis significa a autonomia e qualidade de vida, as necessidades de uma saúde mental é impactada por toda a sociedade. O idoso consegue enfrentar as suas limitações com independência, autoestima e equilíbrio, ficam menos doentes, se dedicam aos exercícios físicos e ganham uma vida social mais ativa, se tornando mais alegres e ativos.

0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page