O envelhecimento como uma nova oportunidade

JUL 02, 2021

Por Maitê Huff - Koala Hub


Jana Fonda, em sua apresentação ao TEDx, Life's third act, fala sobre envelhecimento e sobre esse terceiro ato que estamos tendo a oportunidade de viver. E que embora ainda vivamos neste antigo paradigma de que a vida é um arco em que se nasce, atinge o auge da meia-idade e declina para o fim. Joana acredita que a melhor metáfora para envelhecimento é uma escada, na ascensão do espírito humano, levando em direção a sabedoria, integridade e autenticidade.



Para mudar e aproveitar esse tempo extra de vida, Joana levanta alguns questionamentos ao qual devemos nos perguntar: Como usamos esse tempo extra? Como viveremos isto com sucesso?


Curioso é que durante a vida, ninguém nos incentiva a ser feliz, a encontrar a razão para viver, os reais motivos daquilo que nos fazem bem. Somos incentivados a trabalhar duro e a estudar muito. Completar os ensinos básicos, fazer uma faculdade, aprender uma nova língua, nos tornar mestres, doutores... E eu pergunto, por quê? E pra quem?


Ensinamos no automático, aprendemos no automático, vivemos no automático. E o resultado disso? Uma vida de ápice na meia idade, muitas vezes sem se sentir realizado e com sentimento pesado de que daquele momento em diante será um declínio até a morte.


E pela primeira vez, a vida e a ciência, estão nos proporcionando uma segunda chance para fazermos diferente e para vivermos de fato como queremos. E como diz Joana, em nosso terceiro ato.


Talvez essa seja a maior oportunidade de sairmos do automático e ensinar a quem está chegando que 'tudo bem'. Tudo bem rodar numa matéria e repetir no outro ano se você ainda não está preparado para seguir adiante. Tudo bem se você tem mais dificuldade com alguma atividade e precisa de mais tempo para aprender. Tudo bem não saber o que fazer e qual caminho seguir, logo que termina a escola. Tudo bem não se formar com honras aos 22 anos. Tudo bem não ter mestrado ou doutorado. Tudo bem errar, mudar e fazer de novo, quantas vezes forem necessárias para aprender e alcançar seus objetivos.


Está tudo bem se você não conquistou o mundo com 30 ou 40 anos. Você está começando a viver. Você ainda está indo para o segundo ato.


Pense no que você quer? Quais são os seus interesses? O que te motiva? O que te tira um sorriso do rosto sem perceber? O que realmente te faz sentir vivo?


Não espere chegar no próximo ato da vida para se perguntar se é feliz. Para viver a vida como você gostaria de viver, comandando cada cena e cada ato.

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

ABR 04, 2022 Bibliomed - Terra. Confira matéria original aqui. Em humanos, a deterioração da qualidade do sono durante o envelhecimento é uma das queixas mais prevalentes. Mais da metade das pessoas c