Veja quais são as tendências de RH para o pós-pandemia

OUT 30, 2021

Débora Ramos - Capital News. Confira matéria original aqui.


Mercado de trabalho exige profissionais mais conscientes após fim da pandemia do novo coronavírus


iStock

A pandemia do coronavírus trouxe grandes mudanças para o mercado de trabalho, antecipando diversas tendências. Com a chegada do Covid-19, muitas empresas precisaram se adaptar, pois as mudanças apresentadas, como o home office, por exemplo, apontam diversos desafios.

Profissionais do RH reforçam que trabalhar em casa não é uma tarefa simples, pois requer planejamento, disciplina, responsabilidade e metas.

Apesar disso, um estudo realizado pelo MIT Technology Review Brasil revelou que 86% dos profissionais entrevistados desejam trabalhar remotamente após o fim da pandemia – a pesquisa foi realizada com 1.400 pessoas.

Além disso, uma pesquisa recente do Gartner destacou que 74% dos CFOs pretendem mudar pelo menos 5% dos funcionários de suas empresas para uma estrutura de trabalho remota pós-Covid.

Existem alguns benefícios neste modelo de trabalho, como flexibilidade, economia, conforto, comodidade e qualidade de vida.

Os processos seletivos também se adaptaram durante esse período. Muitas entrevistas estão sendo feitas online, e, nesses casos, os profissionais destacam que o cuidado precisa ser redobrado: É importante testar a qualidade da internet antes da entrevista, se atentar para estar em um local silencioso, utilizar roupas formais e um fone de ouvido para se comunicar, evitando ruídos.

Uma das maiores dificuldades da pandemia é o distanciamento social. Ficou nítido como dependemos uns dos outros. O distanciamento pode causar ansiedade, irritabilidade e até mesmo depressão. Uma pesquisa realizada pela Talenses Group, em parceria com a Fundação Dom Cabral, revelou dados de intensificação de transtornos mentais e quanto a pandemia e o ambiente de trabalho contribuíram com isso – três em cada quatro pessoas relataram o impacto psicológico, refletindo no ambiente de trabalho.

Dessa forma, a relação social deve ser redobrada no pós-pandemia. As empresas precisam se atentar para demonstrar que realmente atuam com conceitos de responsabilidade social e que se importam e valorizam a inteligência emocional.

A relação com o meio ambiente também está sendo alterada; logo, um profissional formado em uma faculdade de gestão ambiental pode ser um ganho na empresa para auxiliar na administração econômica e social de forma ecológica dos recursos naturais.

O ensino a distância não é novidade. Desde o início da pandemia, os cursos online aumentaram e a procura pelo ensino também, refletindo nas práticas do RH. É importante que os profissionais se mantenham atualizados e busquem cursos, workshops e palestras.

O custo da educação a distância tende a ser menor, satisfazendo profissionais de diversas áreas, além de apresentar grandes resultados.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo